Arranjo simples

0

Matrizes simples são um dos agrupamentos estudados em combinatória, sendo um campo da matemática que desenvolveu métodos para calcular os tipos de combinações possíveis.

Array simples é um tipo de agrupamento importante estudado em análise combinatória. Sabendo que existe um conjunto de n elementos, chamamos um array simples de todos os grupos ordenados sem elementos repetidos, e podemos formá-lo com k elementos do conjunto. Podemos aplicar esse arranjo simples em várias situações do dia a dia, por exemplo, ao criar uma senha ou fazer perguntas na fila.

Além da permutação, outro tipo de agrupamento também é estudado na análise de combinação, a saber, combinação. A diferença entre eles é que no arranjo, a ordem e reordenação dos elementos cria um agrupamento, enquanto na combinação, a ordem dos elementos não é importante. Para calcular todas as permutações possíveis de n elementos de k a k, usamos uma fórmula específica.

O arranjo simples é um tipo importante de agrupamento estudado na análise combinatória

Sabendo que existe um conjunto de n elementos, chamamos um array simples de todos os grupos ordenados sem elementos repetidos, e podemos formá-lo com k elementos do conjunto. Podemos aplicar esse arranjo simples em várias situações do dia a dia, por exemplo, ao criar uma senha ou fazer perguntas na fila. Além da permutação, outro tipo de agrupamento também é estudado na análise de combinação, a saber, combinação. A diferença entre eles é que no arranjo, a ordem e reordenação dos elementos cria um agrupamento, enquanto na combinação, a ordem dos elementos não é importante. Para calcular todas as permutações possíveis de n elementos de k a k, usamos uma fórmula específica.

O que é o arranjo simples?

Sabemos que um arranjo simples de todos os agrupamentos ordenados e não repetidos pode ser formado usando parte do conjunto de elementos. exemplo: dado um conjunto de números {1, 2, 3, 4}, podemos listar todas as permutações simples possíveis que podemos formar com 2 elementos no conjunto. (1, 2); (1, 3); (1, 4); (2, 1); (2, 3); (2, 4); (3, 1); (3, 2); (3 , 4); (4, 1); (4, 2); (4, 3). Portanto, podemos dizer que existem 12 matrizes possíveis, das quais 4 elementos são retirados de 2 de 2.

Normalmente, o que interessa não é listar todos os agrupamentos possíveis como antes, mas sim contar o número de arrays possíveis, para isso existe uma fórmula.

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.