O que é alcano?

0

Os alcanos são uma classe de hidrocarbonetos em que todos os carbonos possuem hibridização sp³, ou seja, possuem apenas ligações simples e, portanto, apresentam geometria tetraédrica. Além disso, os alcanos têm cadeias de carbono abertas. Por serem hidrocarbonetos, devemos lembrar que existem apenas carbono e hidrogênio na estrutura dos alcanos. A fórmula geral dos alcanos é CnH2n + 2. Eles são apolares e, portanto, insolúveis em água. O ponto de fusão e o ponto de ebulição dos alcanos aumentam à medida que a cadeia de carbono aumenta. Eles são quase não reativos e são basicamente extraídos do petróleo e do gás natural. Dentre suas aplicações, o uso como combustíveis fósseis é o que mais se destaca.

Propriedades dos alcanos

Alcanos são hidrocarbonetos saturados, ou seja, existem apenas ligações simples entre os carbonos. Portanto, todo carbono tem geometria híbrida sp³ e tetraédrica. Além disso, os alcanos são de cadeia aberta. Comparados com outros hidrocarbonetos, os alcanos se distinguem por sua baixa reatividade e, portanto, são considerados estáveis. É por isso que são historicamente chamados de parafina, palavra derivada da Grécia que se refere à sua inatividade e baixa reatividade.

Essa baixa reatividade se deve ao fato de que os alcanos possuem apenas ligações σ (σ) entre os carbonos, ao contrário dos alcenos e alcinos, que já possuem ligações π (π) entre os carbonos, que é uma ligação covalente mais fraca. Portanto, o alcano não sofre uma reação de adição, que envolve a quebra da ligação entre os carbonos, mas apenas uma reação de substituição, na qual a ligação é quebrada pelo hidrogênio, e é formada com outro átomo.

Outro ponto muito importante sobre os alcanos é que eles são apolares e, portanto, insolúveis em água com solvente polar. Comparados com a água, os alcanos, como outros hidrocarbonetos, têm uma densidade menor e formarão uma mistura heterogênea ao entrar em contato com a água, estando localizados na superfície. É por isso que, em um derramamento de óleo, vemos que a mancha de óleo está sempre na superfície e nunca afunda.

Como compostos apolares, os alcanos (e outros hidrocarbonetos) geram a chamada força de van der Waals ou força de London (dipolo induzido por dipolo induzido) por meio da interação intermolecular. Deve ser lembrado que esta é a interação mais fraca que existe e, portanto, espera-se que os alcanos tenham pontos de fusão e ebulição mais baixos em comparação com outros compostos orgânicos com funções diferentes e tamanhos semelhantes.

Porém, conforme a cadeia de carbono do alcano aumenta, o ponto de fusão e o ponto de ebulição serão maiores, pois conforme o volume da molécula aumenta, a definição da interação torna-se melhor. Vale lembrar que conforme o número de moléculas aumenta, a distância entre o eletrodo positivo e o eletrodo negativo produzido neste processo é melhor, portanto a força repulsiva diminui em relação à força atrativa.

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.